Como estar dentro da lei?

Na verdade, o Código, no art. 12, delega a responsabilidade de normatizar diversas disposições nele presentes, inclusive sobre esses acessórios, ao Conselho Nacional de Trânsito, que o faz por meio de resoluções.

Diferença entre reboque e semirreboque

Reboques e semirreboques são muito úteis para pessoas que precisam transportar algum tipo de carga além da capacidade de seu porta-malas. No entanto, ele deve estar em conformidade com a lei para garantir a segurança do seu veículo e dos demais que circulam nas vias.

De início, é preciso entender a diferença entre o reboque o semirreboque, o que pode ser um mistério para aqueles que estão tendo contato com os acessórios pela primeira vez.

Os dois são veículos de carga independentes que não têm tração própria, dependendo de um veículo trator, ou seja, de outro veículo que proporcione essa tração. No entanto, eles se diferenciam pelo número de eixos, tipo de veículo trator que suportam e forma de encaixe.

Um reboque possui 2 ou mais eixos, deve ser engatado e pode se unir a um veículo automotor, caminhão simples ou caminhão trator. Por sua vez, um semirreboque possui 1 ou 3 eixos, apoia uma parte dele e de seu peso no veículo trator e só pode ser unido a caminhão trator.

Há, ainda, os semirreboques para uso em motocicletas e motonetas. Eles possuem característica específicas para adaptação a esses veículos e devem seguir algumas exigências previstas em legislação.



Comentários (0)


Deixe um comentário